Os casos de infecções fúngicas invasivas vem sofrendo um aumento nos últimos anos devido ao crescente número de pacientes imunocomprometidos como consequência de doenças infecciosas como HIV, ou pelo uso de drogas imunossupressoras ou quimioterápicos. As infecções mais comuns são causadas por espécies de Candida e Aspergillus, mas infecções antes consideradas raras, como fusarioses e zigomicoses e causadas por Scedosporium, também estão aumentando.

A maioria dessas infecções podem ser tratadas com agentes antimicóticos modernos como os triazóis de segunda geração posaconazol e voriconazol. Como esses medicamentos possuem um amplo perfil de variabilidade e biodisponibilidade interpessoal, o monitoramento destas drogas se torna indispensável.

A Biosys oferece kits para a análise de drogas antimicóticas em soro/plasma por HPLC e por LC-MS/MS da marca Chromsystems. Para ambas as metodologias possuímos o kit de preparo de amostras, colunas, controles, calibradores e padrões internos devidamente registrados na ANVISA.

O kit de HPLC permite a determinação cromatográfica do itraconazol, do seu metabólito ativo hidróxi-itraconazol, do posaconazol, e do voriconazol em uma única corrida isocrática com detector de fluorescência. Os componentes interferentes são separados com apenas duas etapas muito simples de precipitação.

Além do itraconazol, hidróxi-itraconazol, posaconazol e voriconazol, o kit de detecção de drogas antifúngicas por LC-MS/MS também detecta as drogas 5-flucitosina, fluconazol e cetoconazol. O preparo de amostras envolve apenas uma etapa de precipitação e em apenas 3.2 minutos os 7 parâmetros são analisados.

Eficiência na Análise de Drogas Antimicóticas